Junior Barranquilla e Atlético-PR farão final inédita da Sul Americana – NoroesteOnline.com

Junior Barranquilla e Atlético-PR farão final inédita da Sul Americana

30 de novembro de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Junior Barranquilla será o adversário do Atlético-PR na decisão da Copa Sul-Americana. Nessa quinta-feira, no duelo entre times da Colômbia na semifinal, o time de Barranquilla enfrentou em casa o Independiente Santa Fe e venceu por 1 a 0, no estádio Metropolitano Roberto Meléndez, confirmando a classificação depois de também ter ganhado na ida, em Bogotá, por 2 a 0. Pela primeira vez na final – assim como o Junior Barranquilla -, o Atlético-PR terá a vantagem de decidir em sua casa. O jogo de ida será na próxima quarta-feira, às 21h45min (de Brasília), em Barranquilla.

A volta, no mesmo horário do dia 12 de dezembro, acontecerá na Arena da Baixada, em Curitiba. Não há o gol qualificado e se os times empatarem em pontos e gols nas duas partidas, a decisão irá para uma prorrogação e, se necessário, disputa por pênaltis. Além de serem estreantes na final, os dois clubes têm o mesmo desempenho em edições anteriores da Copa Sul-Americana. Antes de 2018, ambos conseguiram chegar uma vez às semifinais. Há 12 anos, o Atlético-PR foi eliminado pelo Pachuca, do México, que na sequência foi campeão contra o Colo-Colo, do Chile. Já o Junior Barranquilla parou nesta fase no ano passado, sendo derrotado pelo Flamengo, que perdeu a decisão para o Independiente, da Argentina.

Em campo, o Junior Barranquilla dominou as ações na primeira metade do primeiro tempo. Criou boas chances e conseguiu fazer o gol da vitória aos 23 minutos. Após cruzamento da esquerda, o centroavante Teófilo Gutiérrez apareceu livre na pequena área e completou de barriga para as redes. O auxiliar indicou impedimento, mas o árbitro de vídeo (VAR, na sigla em inglês) apareceu e validou o gol porque o atacante não estava em posição irregular.

Com o gol, o Independiente Santa Fe precisava marcar três vezes para se classificar. Não teve forças para atacar, mas acabou sendo ajudado pouco antes do intervalo quando Teófilo Gutiérrez deu uma cotovelada no rival e foi expulso. Minutos antes, o centroavante havia desperdiçado uma cobrança de pênalti. Na segunda etapa, era esperado que o time de Bogotá fosse mais ao ataque. Isso aconteceu, mas o goleiro Jose Chunga não foi muito incomodado.

Gabriel Fuentes recebeu o cartão vermelho aos 15 minutos, deixando o Junior Barranquilla com dois a menos, mas nem assim o Independiente Santa Fe fez alguma coisa. Para piorar, ainda teve as expulsões de Arley Rodriguez, aos 27, e Guastavino, aos 41, acabando com qualquer esperança de reação.

Fonte: Estadão

Pós-Graduação Unijuí

3 de dezembro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content