Mulheres lutam por espaço e fazem a diferença na ciência - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Mulheres lutam por espaço e fazem a diferença na ciência

11 de fevereiro de 2021

Professoras Rosane Porto Carvalho e Márcia Binelo

Desde 2015, a Organização das Nações Unidas (ONU) utiliza a data de 11 de fevereiro para marcar o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência. Um dia de homenagens, é verdade, mas também de reflexão, já que ainda há muitas disparidades entre homens e mulheres neste campo, que ficam ainda mais evidentes em algumas áreas. Para se ter uma ideia, em todo o mundo, as mulheres ainda representam 28% dos graduados em engenharia e 40% dos graduados em ciências da computação e informática. Os dados constam no Relatório de Ciências da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), divulgado nesta quinta-feira.

“As mulheres, desde o início do desenvolvimento científico, atuaram de forma corajosa e decisiva, e podemos citar como exemplos cientistas como Marie Curie, Nise da Silveira e Ada Lovelace. No entanto, isso aconteceu em meio a muita dificuldade, pois o preconceito presente na sociedade acaba permeando também o meio científico. Felizmente, as mulheres têm conquistado cada vez mais espaço, mas há ainda muito a conquistar. Eu tenho a felicidade de trabalhar em uma universidade em que diversos cargos de comando são ocupados por mulheres, como a coordenação do Programa de Pós-Graduação onde atuo e a própria reitoria da instituição. O caminho do reconhecimento das mulheres na ciência não é fácil, mas com coragem e determinação elas têm feito história”, opinou a professora do Programa de Pós-Graduação em Modelagem Matemática da Unijuí, Márcia Binelo, que é licenciada em Matemática, mestra e doutora na área de Modelagem Matemática.

Para a professora Rosane Porto Carvalho, do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos da Unijuí e com atuação no curso de Direito, as mulheres ainda precisam avançar muito dentro da ciência “É essencial que as mulheres se reconheçam e acreditem nas suas potencialidades. O desafio está no enfrentamento de resistências que não permitem que elas ocupem espaços de gestão. Nós, mulheres, somos capazes de fazer ciência, de contribuir com a humanidade, de sermos gestoras, de ocuparmos diferentes funções, conciliando tudo isso à maternidade, sim. Infelizmente, hoje, a maternidade impede que muitas mulheres ocupem espaços laborais, de gestão, na sua maioria assumidos por homens.”

Pós-doutora em Direito, Rosane trabalha na área do Direito do Trabalho e Processo do Trabalho. Atualmente, se debruça na área do sistema de justiça, nas formas alternativas ou complementares de resolução de conflitos e, especialmente, na mediação sanitária, em razão da pandemia de covid-19 – que vem ocasionando, desde o último ano, demissões em massa. Ela comenta que uma das principais conquistas em sua trajetória foi ser selecionada para atuar nos cursos de Mestrado e Doutorado em Direitos Humanos da Universidade, um espaço que, na sua avaliação, não só traz contribuições para a sociedade, como também permite fazer ciência. “Me sinto uma pessoa realizada e consciente da responsabilidade que tenho, de pensar e consolidar projetos que sejam agregadores e satisfatórios para a Universidade, para a comunidade, para professores e estudantes que se somam nessa constituição de pensar, por meio de projetos, um amanhã diferente”, disse.

Márcia, por sua vez, trabalha no Grupo de Automação Industrial e Controle (GAIC) da Unijuí e dedica-se, principalmente, aos modelos matemáticos e computacionais ligados a sistemas sustentáveis de energia. A educadora, que tem a sua formação em Matemática como uma das principais conquistas até hoje – já que foi neste momento em que teve início a sua admiração pela ciência -, além dos cursos de mestrado e doutorado, quer continuar o seu trabalho, buscando sempre campos de pesquisa cujos resultados tenham impactos positivos para a sociedade e para o meio ambiente.

Saia da zona de conforto: faça pós-graduação Unijuí

23 de fevereiro de 2021
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados