Novembro Azul: Unijuí realiza ato para marcar a importância da prevenção ao câncer de próstata – NoroesteOnline.com

Novembro Azul: Unijuí realiza ato para marcar a importância da prevenção ao câncer de próstata

21 de novembro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A cada dia, 42 homens morrem em decorrência do câncer de próstata e aproximadamente 3 milhões vivem com a doença, sendo a segunda maior causa de morte por câncer em homens no Brasil. São estimados, para este ano, 68.220 novos casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Diante destes dados preocupantes, a Unijuí está engajada em ações de prevenção desta e de outras doenças e realizou, na tarde desta quarta-feira, 20 de novembro, uma atividade para reforçar a importância dos cuidados com a saúde.

A campanha do novembro azul da Unijuí ocorreu no Hall da Biblioteca do campus Ijuí, com uma fala do Vice-Reitor de Administração, professor Dieter Siedenberg. Após a fala, os professores e técnicos-administrativos e de apoio da Universidade foram convidados a marcarem, com tinta azul, as mãos em um painel simbolizando a árvore do conhecimento, marcando a importância do cuidado e do combate ao câncer de próstata.

Segundo Dieter, os homens normalmente procuram o atendimento médico de rotina oito vezes menos que as mulheres. “O novembro azul conscientiza e faz com que um número cada vez maior de homens procure por atendimento médico e realize exames de rotina, não só para a neoplasia de próstata, mas também para diagnosticar e tratar outras doenças comuns. Apesar de todo o esforço da campanha, ainda é muito comum o preconceito sobre o exame para detecção do câncer de próstata – o tão temido exame de toque, cujo procedimento é rápido, dura segundos, é praticamente indolor e não afeta em nada a masculinidade do homem”, salienta.

Atitudes para prevenir o câncer de próstata

Segundo pesquisa realizada pelo instituto Datafolha, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia, 76% dos homens têm consciência sobre o câncer de próstata, mas apenas 32% realizam o exame.  E como quebrar alguns paradigmas que infelizmente ainda existem na nossa cultura? Segundo os especialistas a melhor forma ainda é por meio de campanhas para o esclarecimento da população sobre os exames de rastreamento e as novas possibilidades terapêuticas.

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA. Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

Além disto, a adoção de hábitos saudáveis diminui o risco de várias doenças, inclusive o câncer. Por isso manter uma alimentação saudável e equilibrada; não fumar; identificar e tratar adequadamente a pressão alta, diabetes e problemas de colesterol; manter um peso saudável; praticar regularmente atividades físicas, ainda são as melhores alternativas na prevenção de doenças, neste caso específico do câncer de próstata.

Vestibular de Medicina UNIJUÍ 2020

29 de novembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content