Peregrinos chegam na Argentina, após 175 quilômetros em 12 dias de Caminhada Jesuítico-Guarani – NoroesteOnline.com

Peregrinos chegam na Argentina, após 175 quilômetros em 12 dias de Caminhada Jesuítico-Guarani

1 de setembro de 2019
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os peregrinos partiram da cidade paraguaia de La Paz com destino às cidades de Jesús de Tavarangue e La Santissima Trinidad de Parana. Em Jesús de La tavarangue, ao chegar no sítio arqueológico os peregrinos são surpreendidos por uma igreja imponente, praticamente, intacta. Esta igreja não chegou ser concluída, pois os jesuítas de todos os povos missioneiros foram expulsos da América Espanhola em 1767. Os visitantes foram acompanhados de um guia que explicou, na língua guarani, peculiaridades sobre a erva-mate.

Na quarta-feira, 28, no 11º dia da Caminhada Jesuítico-Guarani, em La Santissima Trinidad de Parana, os peregrinos foram recepcionados com uma apresentação artística organizada pelo Governo Estadual de Itapuá, um projeto com a participação de alunos de 26 escolas paraguaias.

Nesta quinta-feira, 29, 12º dia da Caminhada Jesuítico-Guarani, no turno da manhã, o grupo partiu de La Santíssima Trinidad de Parana, embarcando na balsa e atravessando o Rio Paraná, chegando em solo argentino na cidade de Córpus, completando 175 quilômetros de percurso.

Jesús de Tavarangue e La Santísima Trinidad de Parana

As ruínas das antigas Missões Jesuítas no Paraguai contaram com 8 reduções, porém em apenas 3 cidades (La Santísima Trinidad de Parana, San Cosme y San Damian e Jesús de Tavarangue) ainda existem ruínas, nas demais, atualmente existem apenas museus e/ou igrejas que remetem à época, com exceção a antiga Missão Jesuíta de Itapuá, que deu origem a cidade de Encarnación.

Missão Jesuíta Guarani de La Santisima Trinidad del Paraná é uma das reduções jesuítas mais importantes do Paraguai. Foi construída em 1706, sendo uma das últimas missões a serem construídas na região. Trinidad é a mais extensa das missões paraguaias e já chegou a abrigar cerca de 3000 indígenas.

Atualmente La Santisima Trinidad é considerada como a ruína mais bem preservada do Paraguai, sendo a Missão Jesuíta que possui a estrutura urbana mais preservada entre todas as Missões Jesuítas. Juntamente com a Jesus de TavarangueLa Santisima Trinidad é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1993.

Trindad é a mais impressionante de todas as ruínas deste périplo: é a que mantém os vestígios mais visíveis e inteligíveis da organização urbana de uma missão jesuítica. Catedral, claustro, cemitério, a torre de vigia, igrejas secundárias, os quarteirões residenciais dos guaranis, e como tudo isso se dispunha em torno da Plaza Mayor: em Trinidad é muito fácil de perceber.

O TRAJETO

Amanhã, dia 30, partem para San Ignácio Mini, Loreto, Santa Ana, Cerro Azul, Mártires, Santa Maria Maior, Itacaruaré e San Javier, chegando ao Brasil no dia 5 de setembro, em Porto Xavier.

No dia 6 de setembro, seguem à Assunção do Ijuí, depois Pirapó, São Nicolau, São Luiz Gonzaga, São Lourenço, Caaró, São Miguel, Carajazinho, São João Batista, Entre-Ijuís e, finalmente, chegando a Santo Ângelo no dia 15.

Rodrigo Bergsleithner

Foto: Marta Benatti

Vestibular de Verão UNIJUÍ 2020

30 de setembro de 2019
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content