Projeto de Extensão Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência quer alcançar 33 municípios da região com ações - NoroesteOnline.comNoroesteOnline.com ">

Projeto de Extensão Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência quer alcançar 33 municípios da região com ações

1 de julho de 2022

O Projeto de Extensão Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência, da Unijuí, tem o intuito de facilitar o acesso da pessoa com deficiência ao serviço de referência, aumentando a agilidade no processo de encaminhamento aos serviços de saúde. Para o segundo semestre, a meta é abranger diversos municípios da região. “Um dos nossos objetivos para este ano é alcançar os 33 municípios que fazem parte da 9ª e 17ª Coordenadorias Regionais de Saúde, de Cruz Alta e Ijuí, respectivamente”, destaca a coordenadora do projeto, professora Karina Ribeiro Rios.

Com mais de 20 participantes, o Projeto de Extensão vem se preparando para seguir contribuindo na qualificação da rede de atenção à saúde da pessoa com deficiência. “Para melhor organização, as atividades estão divididas em quatro áreas: ações de divulgação da rede de atenção à saúde da pessoa com deficiência; produção científica na área; ações em campo com o público-alvo; e qualificações profissionais”, salienta.

Grande parte das ações do projeto são realizadas no Centro Especializado em Reabilitação Física, Intelectual e Visual (CER III – Unir), que compõe o Complexo 3 da Unijuí Saúde. Também são realizadas atividades junto às escolas, unidades de saúde e hospitais. Além de promover o contato dos serviços com as pessoas com necessidades especiais, o projeto busca contribuir para a qualificação da rede, como um todo.

“Embora exista política pública que atenda esta população, existem muitas fragilidades no acesso dos usuários aos serviços de referência, falta de conhecimento sobre o fluxograma de acesso à rede por parte de muitos profissionais da saúde e de diversas outras áreas”, afirma.

Segundo a coordenadora, a própria sociedade desconhece a maioria dos direitos e benefícios disponíveis para esta população. “Percebe-se ainda a existência de preconceito e certa invisibilidade aos sujeitos que são ‘diferentes’. O conceito de normalidade tem sido amplamente trabalhado por nossa extensão e a Universidade é um local de grande importância na proposição destes debates e qualificação das políticas públicas”, acrescenta.

O Projeto de Extensão Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência é composto por acadêmicos de Biomedicina, Educação Física, Farmácia, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e  Psicologia. Além destes, existem outros profissionais que possibilitam que o projeto continue auxiliando as pessoas da melhor forma. “Há outros profissionais que, de alguma forma, dialogam com o projeto, atuando na assistência social, terapia ocupacional, fonoaudiologia e aqueles já inseridos na rede de saúde”, completa a professora.

Gabriel R. Jaskulski, acadêmico de Jornalismo da Unijuí

Pós-Graduação Unijuí – Para quem reinventa o amanhã

29 de março de 2022
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados