Retrospectiva 2018: Confira o que aconteceu em outubro – NoroesteOnline.com

Retrospectiva 2018: Confira o que aconteceu em outubro

27 de dezembro de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

DESCASO NA ZONA URBANA

Ruas de alguns bairros da cidade, principalmente na periferia, estavam em péssimo estado de conservação. Em um dos casos, na Ruas das Chácaras,  um ônibus de transporte urbano chegou a atolar em via de barro.

GÁS DE COZINHA É MAIS BARATO EM CRUZ ALTA

Enquanto em Ijuí as distribuidoras subiam o preço do botijão de gás, em Cruz Alta acontecia justamente o contrário. Na cidade vizinha o gás chegou a R$ 48 como preço mínimo em outubro, em Ijuí, estava R$ 65.

BOLSONARO SE ELEGEU PRESIDENTE DO BRASIL

Com 55,13% dos votos válidos, o candidato do PSL ganhou em 16 estados brasileiros, enquanto Haddad (44,87%) saiu vitorioso em 11.  Não foram apenas os números de votos que cada candidato conquistou que chamou atenção no segundo turno. A quantidade de votos brancos e nulos foi a maior desde 1989. No total, 7,4% do eleitorado brasileiro não votou em nenhum dos candidatos à presidência Para ter uma ideia, foram mais de 42 milhões de votos inválidos, enquanto a diferença entre Bolsonaro e Haddad foi de pouco mais de 10 milhões de votos.

São Paulo e Minas Gerais, que são os dois maiores colégios eleitorais do Brasil, também foram os estados onde mais eleitores anularam seu voto. Enquanto em São Paulo 10% dos cidadãos não escolheram votar em Haddad ou Bolsonaro, esse percentual chegou a 10,6% em Minas Gerais. Sergipe e Rio de Janeiro vieram logo atrás nesse ranking, com 9,5% e 9,1% de votos brancos e nulos, respectivamente.

Esse grande número de pessoas que não votaram em nenhum dos presidenciáveis pode ser explicado por vário fatores. O cientista político Fernando Abrucio, professor na Fundação Getúlio Vargas, explica que “grande parte do eleitorado não aceitou nenhum dos dois candidatos”. Abrucio também acredita que os votos brancos e nulos foram forma de os eleitores demonstrarem descrença com o sistema político brasileiro e protestarem contra ele.

EDUARDO LEITE SE ELEGE GOVERNADOR

Eduardo Leite, 33 anos, é o novo governador do Rio Grande do Sul. O candidato do PSDB venceu a disputa contra José Ivo Sartori (MDB) no segundo turno das eleições. O ex-prefeito de Pelotas obteve 53,62% dos votos válidos, sendo eleito para comandar o Estado a partir de janeiro de 2019 pelos próximos quatro anos. O percentual de Sartori ficou em 46,38%.

Com isso, os gaúchos mantêm a tradição de não reeleger o governador. Desde 1997, quando foi promulgada a Emenda Constitucional nº 16, em 1997, que permitiu a reeleição de chefes do poder Executivo para mais um mandato subsequente, nenhum conseguiu permanecer no comando do Estado por mais quatro anos.

EXPOIJUÍ É DESTAQUE EM IJUÍ E NA REGIÃO

A Feira teve um dos melhores públicos dos últimos anos, foi destaque na gastronomia e nas atrações no Palco das Etnias. Assim como recebeu grandes investimentos na infraestrutura do parque.

 

 

 

 

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content