Semana do Meio Ambiente: Arborização Urbana – NoroesteOnline.com

Semana do Meio Ambiente: Arborização Urbana

2 de junho de 2020
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Dando continuidade a série de matérias especiais da Semana do Meio Ambiente, vamos abordar a questão da arborização urbana no nosso município, que é regulamentada pelo Plano Diretor de Arborização Urbana do Município de Ijuí – PDAU (Lei 5.469/11). Esta lei foi de extrema importância para estabelecer os critérios técnicos utilizados na gestão do verde urbano de nossa cidade.

O PDAU estabelece quais são as espécies adequadas para uso em passeios público, que devem ser todos obrigatoriamente arborizados. Também apontam quais são as espécies inadequadas e que devem ser substituídas, em grande parte aquelas que possuem caracteristicamente sistemas radiculares robustos ou que sejam espécies exóticas invasoras.

Também são abordados nesta lei os critérios para poda, corte, plantio e fiscalização dos danos cometidos contra a arborização urbana. Portanto, sua promulgação foi um grande passo proteger nossas árvores e estabelecer os critérios relativos à gestão do verde urbano.

Ijuí é uma cidade bem arborizada, isto todos nós já sabemos. O que muitas vezes passa despercebida é as vantagens em se ter árvores no meio urbano. Por isso seguem alguns dos serviços ambientais, aqueles que as árvores cumprem sem nos cobrar nada em troca:

Microclima

A sombra de uma árvore é seu benefício mais conhecidos, além de proteger contra as radiações solares sua copa reduz a temperatura e aumenta a umidade do ar, graças ao fenômeno de evapotranspiração. Sabe-se que no verão vias bem arborizada podem ter temperaturas até 10º C inferiores às ruas desprovidas de árvores. Este microclima é fundamental para aumentar o conforto dos moradores e evitar doenças respiratórias.

Trocas gasosas

Todos sabem que a fotossíntese das árvores é responsável por liberar oxigênio no ar, mas nesta troca elas absorvem o gás carbônico, o principal gás responsável pelo efeito estufa e aquecimento global. Portanto as árvores contribuem capturando o carbono atmosférico, que fica depositado em seus tecidos e ajudam a prevenir as mudanças climáticas.

Retenção de poluentes

Já notou que Ijuí possui pouca poluição atmosférica, ainda que possua uma das maiores frotas de veículos per capita do país?

As responsáveis são as árvores urbanas, pois em suas folhas existe uma camada serosa chamada Cutícula, a cera ali contida possui afinidade química com a fuligem, fumaça, pó e material particulado da atmosfera. Estes poluentes ficam retidos nas folhas, que agem como verdadeiros filtros de ar em ambientes urbanos, além de renovar-se automaticamente a cada ano com cada nova brotação.

Proteção contra ventos fortes

A copa das árvores possui um formato bastante vazado, tridimensional, por onde o vento passa reduzindo de velocidade. Isto ocorre porque parte da força do vento é absorvida pela árvore e conduzida por seus ramos e tronco até suas raízes, que distribuem esta força no solo, da mesma forma que a vela de um barco absorve a força do vento e a redireciona para locomover a nau. Por esta razão o “efeito vela” é tão importante na prevenção aos ventos fortes. Quanto mais árvores têm no meio urbano, melhor protegidos estamos contra as intempéries.

Barreira verde

Muitas vezes as árvores podem servir como um escudo verde, que nos garante privacidade e também abafa o ruído que vem da rua. Estes fatores influenciam diretamente na qualidade de vida e ajudam a prevenir o estresse e outros problemas relacionados à saúde mental.

Atração de fauna

Junto com as árvores vêm às abelhas, borboletas e aves. Além de garantir a sobrevivência de colméias e garantir a biodiversidade, temos o prazer de contar com o canto dos pássaros. Uma cidade bem arborizada não precisa de gaiolas, as aves convivem conosco e tornam nossas manhãs mais aprazíveis e alegres. Assim trocamos a buzinas dos carros, sirenes das viaturas e ambulâncias, pela melodia dos pássaros.

Função estética

É inegável que o verde possui direto efeito em nosso humor. Diversos estudos apontam uma redução nos dias de recuperação de doentes quando estes têm contato com o verde, da mesma forma que a qualidade de vida sofre impacto direto com a presença de árvores. Árvores floríferas, com colorações outonais, maciços verdes, possuem grande função estética que melhora a qualidade de vida e imunidade, reduzindo o estresse e tornando nosso ambiente mais acolhedor. Se o asfalto e o concreto embrutecem, as árvores humanizam.

Hoje a Secretaria Municipal de Meio Ambiente é o órgão que opera o Plano Diretor de Arborização Urbana, sendo sua gestora e também responsável pela fiscalização ambiental.

Atendemos uma média anual de 1.500 solicitações de manejo, tais como conduções, supressões ou substituições de árvores. Em 2019 foram emitidas 922 Autorizações para estes tipos de intervenção, também foram firmados 480 Termos de Compromisso Ambiental, emitidas 247 Notificações e 65 Autos de Infração por dano à arborização ou atraso no cumprimento dos plantios obrigatórios.

Nestes tempos de pandemia estamos nos adaptando ao atendimento online, buscando reduzir o fluxo de pessoas no órgão e também tornar o processo mais célere, permitindo que as pessoas possam realizar suas solicitações e receber sua autorização mesmo sem sair de casa. Dúvidas podem sempre ser tiradas por telefone, ligando para o nº 3332.9384.

EaD UNIJUÍ – 100% a distância

12 de maio de 2020
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content