Situação da Área da Saúde é debatida em Audiência Pública – NoroesteOnline.com

Situação da Área da Saúde é debatida em Audiência Pública

10 de dezembro de 2018
Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Comissão Especial da Saúde criada no Poder Legislativo ijuiense, que é presidida pelo vereador Adalberto Noronha, realizou na tarde desta sexta-feira (07), uma Audiência Pública no Plenário da Câmara Municipal de Ijuí, para discutir sobre a situação da área da saúde como um todo, sobretudo quanto às dificuldades financeiras enfrentadas, principalmente em virtude nos repasses de recursos por parte dos Governos Estadual e Federal.

Estiveram presentes na Audiência, além do vereador Adalberto Noronha e vereadora Alexandra Lentz, que fazem parte da Comissão Especial, os vereadores Helena Stumm Marder, Junior Piaia e Jorge Amaral de Oliveira. Também estiveram presentes a Diretora – executiva do Hospital Bom Pastor, Rosane Schiavo, o Diretor-executivo do HCI, Fernando Becker, o Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Moacir Deves, o Coordenador Adjunto da 17ª Coordenadoria Regional da Saúde, Gerson Prudêncio, o representante da Secretaria da Saúde, Edgar Moi, o Vice-Prefeito de Cruz Alta, José Martins, o Deputado Federal Elvino Bohn Gass, o deputado Estadual Jeferson Oliveira Fernandes e presidentes das Associações dos Bairros e demais representantes de entidades do município.

Inicialmente, o presidente da Comissão Especial da Saúde, vereador Adalberto Noronha, saudou a todos os presentes e falou sobre os objetivos de promover a Audiência Pública e relatou sobre os diversos problemas enfrentados na área da saúde e principalmente sobre a crise financeira que os hospitais estão passando.

Posteriormente, os representantes dos dois Hospitais, HCI e Bom Pastor, bem como os demais componentes da mesa, falaram sobre a preocupação com a gravidade do problema que afeta os hospitais e secretarias de saúde, não só em Ijuí, mas em toda a região, pela falta de repasses de recursos por parte dos governos Estadual e Federal.

O Deputado Federal Bohn Gass, solicitou que a Câmara de Vereadores faça um documento para enviar a todos os deputados da Bancada Gaúcha do Parlamento, solicitando para que seja derrubada a emenda constitucional (EC) nº95, pois ela prevê que, durante 20 anos, as despesas primárias do orçamento público ficarão limitadas à variação inflacionária. Isso quer dizer que, no período, não ocorrerá crescimento real das despesas primárias, que são agrupadas em duas grandes categorias, as despesas de custeio (com serviços públicos) e as despesas com investimentos.

Ao final da Audiência Pública o presidente da Comissão Especial, Adalberto Noronha, agradeceu a presença de todos e falou que há a necessidade de fazer uma articulação regional, através dos prefeitos municipais, para que seja derrubada a Emenda Constitucional 95, afim de que voltem os critérios anteriores para vir recursos para a saúde.

Pós-Graduação Unijuí

3 de dezembro de 2018
Copyrights 2018 ® - Todos os direitos reservados
Skip to content